segunda-feira, 10 de março de 2014

Jovem alcoolizado e em alta velocidade provocou acidente que matou duas crianças no Cariri

O acidente que vitimou a criança Beatriz Souza, de 10 anos (foto), natural da cidade de Sumé, e outra criança de 11 anos, nesse domingo (9) durante um acidente automobilístico na PB – 148, entre as cidades de Queimadas e Boqueirão, no Cariri paraibano, foi provocado por imprudência do motorista. O condutor do veículo, um jovem de 18 anos, que confessou ter ingerido bebida alcoólica e não possuí carteira de habilitação, está custodiado no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande.

De acordo com Ellen Sousa, delegada de Acidentes de Veículos de Campina Grande, que fez o flagrante do acidente, o jovem confessou que tinha bebido em um bar e dirigia o carro Fiesta onde além do condutor estavam quatro pessoas, sendo três crianças no banco traseiro.

O motorista teria feito ultrapassagens indevidas e colidido em uma mureta de concreto. “O carro vinha em altíssima velocidade e fazendo ultrapassagens. O motorista ultrapassava carros e motos e numa dessas imprudências, ele bateu em uma mureta de concreto provocando a morte de duas meninas, inclusive uma delas era irmã dele”, comentou a delegada.

O jovem foi preso em flagrante e disse que a mãe dele entregou o carro para o filho dirigir. “Mesmo sem ter carteira de habilitação, a mãe do jovem vinha na garupa de uma motocicleta deixou ele dirigir o veículo. Foi uma imprudência dela e também vai responder, no mínimo, por ter entregue o carro ao filho. Uma tragédia provocada pela irresponsabilidade”, lamentou a delegada Ellen Sousa.

O motorista não fugiu do acidente e prestou todas informações e confessou ter bebido. “Ele se submeteu ao teste de alcoolemia e está preso no Hospital de Trauma de Campina Grande. A mãe do rapaz entrou em estado de choque”, confirmou a delegada, informando que ele foi indiciado por homicídio doloso, quando há intenção de matar.
Com Vitrine do Cariri

Nenhum comentário:

Postar um comentário