sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Curso de Controle Social da Saúde Pública vai acontecer em Catolé de Zé Ferreira em Campina Grande

No dia 23 de setembro, próxima terça-feira, das 8h às 16h, o Centro de Ação Cultural (CENTRAC), irá realizar, em parceria com o Conselho Municipal de Saúde (CMS), capacitação em Controle Social da Saúde Pública Municipal. O curso vai acontecer no Clube de Mães de Catolé de Zé Ferreira, em Campina Grande e deve reunir cerca de 30 pessoas entre agentes comunitários de saúde, enfermeiro/a, médico/a e dentista das equipes da Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF), fisioterapeuta, farmacêutico, nutricionista e educador físico da equipe do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF), além de profissionais da equipe de apoio como recepcionista, técnico/a em enfermagem e auxiliar de consultório dentário, entre outros. Estas equipes de profissionais integram o conselho local de saúde.

O curso é uma iniciativa do Conselho Municipal de Saúde em parceria com o CENTRAC e atende a um pedido do Conselho Local de Catolé de Zé Ferreira. O objetivo é capacitar cidadãos/ãs para atuação qualificada nos espaços de construção, definição e implantação da política pública de saúde.

O conteúdo a ser trabalhado envolverá uma introdução sobre o Sistema Único de Saúde (SUS) e sobre a construção da Política Nacional de Saúde. Haverá ainda uma discussão sobre os direitos dos usuários do SUS, sobre o conceito de Controle Social e sobre os mecanismos, canais e espaços de participação existentes no marco legal vigente. Membros do CMS e educadoras do Programa Controle Social da Gestão Pública do CENTRAC irão facilitar o curso.

Esse evento também marca a oficialização o Conselho Local de Saúde de Catolé de Zé Ferreira.

Lançamento – ao final da programação o CENTRAC lançará um cartaz com um resumo dos direitos dos usuários da Saúde e um livro de bolso contendo na íntegra a “Carta dos Direitos dos Usuários da Saúde”. Este material será distribuído nas 77 UBSF existentes em Campina Grande, além dos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) do município. A iniciativa tem como objetivo massificar os direitos dos usuários da saúde para que possam acessar os serviços, os prestadores cumpram com suas responsabilidades, e assim haja uma melhoria na qualidade da atenção à saúde da população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário