segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Radialista dá versão sobre agressões na cidade de Sumé

O radialista Lindemberg Tavares deu sua versão sobre a ocorrência de agressões que foram praticadas pelo empresário e ex vereador sumeense Ivandro Produções, proprietário da banda Forró do Vale e esposo da Secretaria de Cultura do Município de Sumé, em episódio ocorrido no último meio de semana.

 
De acordo com o radialista não procedem as informações prestadas pelo empresário, tanto à imprensa, quanto em BO lavrado na Delegacia de Policia de Sumé.

“Não procede. Agradeço por poder dar nossa versão, pois só um lado estava sendo ouvido”, iniciou o radialista.

“Fomos à casa do empresário à seu convite próprio. Pedi-lhe na Praça Adolfo Mayer uma entrevista, e ele quem me convidou para ir até sua casa, mas ao chegarmos lá, eu e meu companheiro repórter e radialista Wesley Silva fomos recebidos em seu escritório já com uma série de agressões”, explicou.
“O motivo da entrevista era a insatisfação da população com a festa que o empresário promoveu no meio da rua, e para o qual fechou a rua e cobrou ingresso. A população estava revoltada. Mas ele, ao invés da entrevista, nos atraiu para sua residência para nos surrar com um cabo de aço, e alegar invasão de residência, ou legitima defesa ou sei lá”. Continuou.

“Fato é que ele tentou me atingir com o cabo de aço, depois com um capacete, e por fim agrediu covardemente o radialista Wesley de forma premeditada. Ele pisou várias vezes no braço do meu amigo que tem um problema de uma fratura antiga, e bateu nele várias vezes, quando ele estava indefeso no chão. Meu amigo foi ao IML em Campina Grande e os médicos disseram que muito provavelmente ele vai ficar com sequelas”, encerrou.

“Fato é que os companheiros da imprensa precisam saber desta violência, em todo o estado. Um repórter ser agredido com cabo de aço. Pisado no chão. Sem contar que na delegacia nos encontramos, e o empresário ainda fez menção de cortar nosso pescoço com aquele movimento simbólico com o dedo”, encerrou o radialista.

Nessa segunda-feira o Deputado Frei Anastácio estará encaminhado essa denuncia através de oficio para o Secretario de Segurança da Paraíba pedido por providencias, como também através de oficio para a Associação Paraibana de Imprensa.



Matéria de Fabio Brito

Nenhum comentário:

Postar um comentário