sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Caminhão desgovernado bate em um carro e mata três pessoas

Um caminhão desgovernado, com placas DPX - 94 36 de Itapetinga - MG e que descia, aparentemente sem freio, a curva do Campo Cumprido, na BR 104, praticamente esmagou um Celta de placas OFG 2898 de Picuí - PB, na manhã desta quinta-feira (14).

De acordo com as primeiras informações, três pessoas que estavam no Celta morreram presos entre as ferragens.

Com o forte impacto, o automóvel, que ficou com a frente completamente destruído, foi arrastado pelo caminhão por cerca de 30 metros, só parando em um barranco.

Muitos curiosos foram ao local do acidente, enquanto estão sendo aguardas as chegadas da Polícia Rodoviária Federal (PRF) bem como o Corpo de Bombeiros para retirar os corpos das ferragens do veículo.

Por sua vez, a Polícia Militar foi a primeira a chegar ao local.

O local do acidente é bastante perigoso e fica a cerca de 1 quilômetro da cidade de Cuité no início da subida da serra.

AS três pessoas que morreram vítima de um grave acidente na Serra de Cuité (BR 104), eram da mesma família e todos residiam em Picuí, a capital da carne de sol que fica cerca de 45 quilômetros de distância da capital do Curimataú.

Segundo apurou, o motorista do Celta seria Willian Moto Taxi e a sua esposa era Jacinta, que estava grávida e seguia com destino à Cuité para bater uma ultrasonografia.

Wilian ia com sua esposa Jacinta para realizar uma ultrasonografia e saber o estado do bebê que ela esperava

A outra passageira era a mãe de Willian, cujo nome é Terezinha e que acompanhava o casal na ansiedade de saber como estava a gravidez de sua nora.

O acidente ocorreu já bem próximo ao destino do trio, cerca de 1 quilômetro de distância, quando um caminhão desgovernado apos perder o freio, bateu de frente no Celta, arrastando-o por cerca de 30 metros e só parando em um barranco.

A família é bastante conhecida em Picuí e, por isso, a notícia deixou a cidade inteira triste.

Heleno Lima/Clodoaldo Pereira 
Fotos de Galvani Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário