terça-feira, 26 de julho de 2016

CDSA aprova Núcleo de Estudo em Agroecologia e Produção Orgânica em parceria com IFPB

O Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido da UFCG e o Instituto Federal da Paraíba (IFPB) – Campus Monteiro aprovaram o Núcleo de Estudo em Agroecologia e Produção Orgânica do Cariri Ocidental Paraibano (NEACOP) através da Chamada MCTI/MAPA/CNPq nº 02/2016.

O objetivo da iniciativa é agregar Instituições Federais (IFPB e UFCG), ONGs (Projeto Dom Helder, SERTA etc.), Associações Agrícolas, Comunidades Quilombolas e Sindicatos dos Trabalhadores Rurais, dentre outras, para articular, discutir, apoiar, interagir e disseminar políticas de convívio no semiárido e ações fundamentadas para a conservação dos solos, fortalecendo e incentivando a transição agroecológica no Território do Cariri Ocidental da Paraíba.

O público beneficiário será composto pelos agricultores familiares e os envolvidos na produção orgânica ou de base agroecológica, e as comunidades quilombolas, que se encontram no Território do Cariri Ocidental da Paraíba e por estudantes do curso de Tecnologia em Agroecologia (CDSA), Sumé-PB, e a Especialização em Desenvolvimento e Meio Ambiente (IFPB), em Monteiro.

O projeto de caráter multi-institucional teve a colaboração pela UFCG dos professores Adriana de Fátima Meira Vital (CDSA) e Rivaldo Vital dos Santos (CSTR), profissionais do IFPB José Herculano Filho, Pedro Henrique Pinheiro Xavier Pinto, Abraão Romão Batista, do IFRN Cleysyvan de Sousa Macedo e do IFAP Vinícius Batista Campos.

“Trabalharemos na implantação de sistemas simplificados de produção agropecuária, estimulando estudantes e profissionais recém-graduados e pós-graduados a atuarem na Extensão Rural”, disse a professora Adriana Meira. “Também buscaremos desenvolver tecnologias alternativas para a agricultura familiar e o homem do campo, fortalecendo as Feiras Agroecológicas e capacitando as Comunidades Quilombolas na gestão dos recursos edáficos e hídricos. Além disso, trabalharemos na produção de material didático sobre a conservação dos solos, contextualizados com a realidade local/territorial, na perspectiva da Educação em Solos”.

“A proposta contemplada foi específica para os Institutos Federais de Educação, e ficamos muito felizes pela aprovação, pois a ideia é a construção coletiva para agregar valor e fortalecer o protagonismos dos estudantes, contudo, estamos igualmente com uma propositura pronta, aguardando nova chamada para as Universidades Federais”.

Assimp CDSA/UFCG

Nenhum comentário:

Postar um comentário