quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Família é baleada em assalto na PB

Uma tentativa de assalto no final da tarde desta quarta-feira, 14, em uma residência do sítio Extrema, município de Coremas, deixou quatro membros de uma mesma família feridos (pai, mãe e filhos), depois das vítimas reagirem à ação criminosa.

A residência é de propriedade do comerciante Francisco Lacerda Pereira, conhecido como Chico Velho, de 44 anos, que reside com a esposa, Cícera Pereira Lacerda, e com os dois filhos, Cláudio Lacerda Pereira, de 23 anos, e Francisco Fernandes Pereira Lacerda, de 18.

Segundo informações da PM, dois homens em uma moto e armados chegaram à casa, onde a mulher estava sozinha, e anunciaram o assalto, mas, em poucos instantes, seu esposo e filhos, que estavam na roça, chegaram e reagiram, iniciando uma luta corporal com os acusados.

Pai, mãe e os dois filhos do casal terminaram baleados durante a briga.
Depois da fuga dos criminosos, as vítimas foram socorridas por familiares ao hospital de Coremas e, em seguida, encaminhadas para um centro hospitalar de Pombal.  O melhor quadro clínico é da mulher, embora tenha sofrido um tiro  no peito.

Ela contou que, durante a briga, acertou um dos criminosos com uma paulada e que o bandido está ferido no rosto, mas, mesmo assim, fugiu ao lado do comparsa, em direção a São José de Piranhas, e poderá dar entrada em algum hospital da região.

Quem apresenta maior gravidade, em função de um tiro no pescoço, é o jovem Cláudio, que deverá ser removido para o trauma de Campina Grande. Seu irmão, com uma fratura à bala, também inspira cuidados.

O comerciante Francisco Lacerda sofreu um disparo no rosto, e sua situação de saúde também preocupa.

A polícia acredita que os criminosos não tenham levado nenhum dinheiro da casa em face da reação da família. Um cofre instalado dentro da residência aparenta não ter sido aberto, embora removido de um dos quartos para a sala. O dono da casa é tido com uma pessoa de boa posse financeira, o que certamente atraiu os assaltantes.

MaisPB (reprodução autorizada Folha do Vali)

Nenhum comentário:

Postar um comentário