quinta-feira, 6 de abril de 2017

Boqueirão e Taperoá recebem Cine Sesi Cultural neste fim de semana

Projeto exibe filmes gratuitos e de qualidade entre esta sexta-feira (07) e domingo (09) 

Crédito das fotos: Talles Abreu
O Cine Sesi Cultural continua levando filmes gratuitos e de qualidade para a população do interior paraibano. Neste final de semana, será a vez dos municípios de Boqueirão e Taperoá se transformarem numa grande sala de cinema ao ar livre. Até o final de agosto, o projeto percorrerá 40 localidades do Estado que não tem mais sala de exibição ou que nunca tiveram.

Crédito das fotos: Talles Abreu
Entre sexta-feira (07) e domingo (09), o pátio em frente à Igreja Matriz, em Boqueirão, e a Praça de Eventos, no centro de Taperoá, recebem uma programação composta de longas e curtas-metragens. As projeções acontecem numa tela de cinco metros de altura por doze de largura, com som e imagem em alta definição, elevadíssima qualidade técnica e de conteúdo, no mesmo nível das melhores salas de exibição do País.

O resultado pode ser visto na grande tela nos dias de exibição do projeto, uma superprodução do SESI-PB. “Por meio do cinema, conseguimos levar de forma ampla o sentimento, a educação e a cultura para as pessoas. Aproximando, assim, todos os povos para arte que confraterniza”, afirma o Diretor Regional do Sesi, Francisco Buega Gadelha.

Realizado pelo Instituto Origami, o projeto tem a curadoria de Lina Rosa, e prioriza filmes com foco na excelência da linguagem em sua forma e conteúdo. Histórias que estimulem a capacidade de reflexão, o pensamento crítico e criativo e o direito de sonhar e de sorrir. “É um trabalho pela democratização do acesso à sétima arte com inclusão, respeito à inteligência do espectador e a ocupação de patrimônios históricos e naturais”, reforça a curadora.

A integração com a comunidade e o estímulo à produção local são outros aspectos importantes do Cine Sesi Cultural. Ainda são oferecidas oficinas de animação para os jovens de quatro municípios escolhidos. O resultado do trabalho é apresentado em formato de curta-metragem, durante as sessões itinerantes. O projeto também atua nas escolas, com aulas de campo, incentivam a ida ao cinema como modo disciplinar, a partir de manual pedagógico.
  
O Cine Sesi Cultural se destaca também pelo cuidado com a acessibilidade. Pessoas com deficiência auditiva são contempladas pelas legendas que constam nos longas-metragens; voluntários para fazer audiodescrição também estão disponíveis para pessoas com deficiência visual. O acesso para pessoas com dificuldade de mobilidade também foi pensado.

Desde o início de março, o Cine Sesi Cultural já passou pelos municípios de Aroeiras, Natuba, Gado Bravo, Umbuzeiro, Ingá e Queimadas alcançando um público de mais de 21 mil pessoas.

PROGRAMAÇÃO:
SEXTA-FEIRA (a partir de 18h30)
Curta Oficina de Animação “O Sumiço do Bode Rey”
Curta-metragem “Sophia”
Longa-metragem “O Menino no Espelho”

SÁBADO (a partir de 18H30)
Curta-metragem “Guida”
Longa-metragem “Que Horas Ela Volta?”

DOMINGO (a partir de 18:30)
Curtas Oficina de Animação “Boneca de Pano”
Curta-metragem “Caminho dos Gigantes”
Longa-metragem “Zootopia”

Sinopse dos filmes:

LONGAS-METRAGENS -

O MENINO NO ESPELHO - Aos 10 anos, Fernando está cansado de fazer as tarefas chatas da vida. Para livrar-se delas, e aproveitar apenas as coisas boas, sonha em ter um clone. Um dia, é exatamente isto o que acontece, quando o reflexo de Fernando deixa o espelho e ganha vida. Longa-metragem baseado no livro homônimo de Fernando Sabino. Com Lino Facioli, Giovanna Rispoli, Mateus Solano, Regiane Alves, Ricardo Blat, Gisele Fróes, Laura Neiva, Murilo Quirino, Ravi Hood, Murilo Quirino e Ravi Hood. Direção de Guilherme Fiúza Zenha.

QUE HORAS ELA VOLTA? – Empregada doméstica em São Paulo, a pernambucana Val (Regina Casé) vê ameaçada a aparente relação tranqüila que mantém com os patrões quando precisa receber a filha adolescente Jéssica (Camila Márdla), que saiu de Pernambuco para prestar vestibular. Inicialmente, os chefes de Val recebem a menina de braços abertos, mas começam a ficar incomodados quando ela se nega a seguir certos protocolos tidos como comuns na relação entre patrões e empregados. Direção: Anna Muylaert

ZOOTOPIA – Filha de agricultores que plantam cenouras há décadas, Judy Hopps é a pequena coelha de uma fazenda isolada. Mas ela tem sonhos maiores: pretende se mudar para Zootopia – cidade onde os animais convivem em harmonia -, para se tornar a primeira coelha policial. Judy enfrenta o preconceito e manipulações dos outros animais, mas conta com a ajuda inesperada da raposa Nick Wilde, conhecida por sua malícia e suas infrações. A dupla se dedica à busca de um animal desaparecido, descobrindo uma conspiração que afeta toda a cidade.

CURTAS -

SOPHIA - Produção de 2013, o curta do diretor e roteirista Kennel Rogis, busca entender o universo de Sophia. Joana, mãe dedicada, passa por belíssimas experiências sensoriais.

GUIDA - Produção de 2015, o drama tem direção de Ricardo Machado e Rosana Urbes, com roteiro de Bruno H. Castro, Rosana Urbes e Thiago Minamisawa. Guida, uma doce senhora que há 30 anos trabalha no fórum da cidade, tem sua rotina entediante modificada ao se deparar com um anúncio para aulas de modelo-vivo em um centro cultural.

CAMINHOS DOS GIGANTES - Em uma floresta de árvores gigantes, Oquirá, uma menina indígena de 6 anos, vai desafiar seu destino e entender o ciclo da vida. A produção, de 2016, tem direção de Alois di Leo.

Confira as datas de exibição nos municípios paraibanos e se programe assistir grandes filmes:

Abril
21, 22 e 23 – Serra Branca e Sumé
28, 29 e 30 – Cabaceiras e Juazeirinho

Maio
05, 06 e 07 – Pocinhos e Soledade
12, 13 e 14 – Alagoa Nova e Nova Floresta
19, 20 e 21 – Tavares e Triunfo
26, 27 e 28 – Água Branca e Cachoeira dos Índios

Junho
02, 03 e 04 – Manaíra e Uiraúna
09, 10 e 11 – Coremas e São João do Rio do Peixe

Julho
30 de junho a 02 de julho – Aparecida e Bonito de Santa Fé
07, 08 e 09 – Brejo da Cruz e Paulista
14, 15 e 16 – Imaculada e Tacima
21, 22 e 23 – Areia e Cacimba de Dentro
28, 29 e 30 – Alagoa Grande e Belém

Agosto
04, 05 e 06 – Arara e Bananeiras
11, 12 e 13 – Alagoinha e Puxinanã
18, 19 e 20 – Itatuba e São Sebastião de Lagoa da Roça


(O projeto terá intervalos durante a Semana Santa e o Período Junino)

Nenhum comentário:

Postar um comentário